By CLEBERSON EDUARDO DA COSTA

(a5, 132 páginas) - Dentre as muitas correntes de pensamento que, aos seus modos, procuraram e/ou procuram abordar os problemas da chamada tristeza profunda, angústia e/ou melancolia (chamada também no mundo pós-moderno de depressão) apresentar-se-ão, aqui, algumas delas:
1-As de caráter psiquiátrico e/ou psicológico;
2-As de caráter antropológico;
3-As de caráter teológico;
4-E as de caráter filosófico-existencialista.
II
Na unidade I, abordaremos a primeira corrente, que é formada por psiquiatras e/ou psicólogos que, doravante, definem a depressão, chamada por eles de tristeza profunda, como sendo uma espécie de “doença psychological” pós-moderna e, que, nesse sentido, deve ser combatida – buscando-se a cura do indivíduo por ela acometido – com o uso sistemático de remédios, conhecidos estes como “antidepressivos e/ou estabilizantes do humor, etc.”
Na unidade II, de uma forma crítica, desenvolveremos as nossas proposições sobre a chamada Indústria da Felicidade, específica das sociedades pós-modernas capitalistas, caracterizando-a com as ideias de:
1-“Patologização da tristeza”;
2-Formação de uma espécie de “sociedade dos hipocondríacos”, entendida esta como sendo uma forma ideológica de alavancar e sistematizar, em escala worldwide, a chamada “Indústria Farmacológica e/ou da venda de remédios (em especial os dos chamados antidepressivos e/ou ditos “estabilizadores de humor”).
Na unidade III, saindo do plano das explicações médicas-científicas (psiquiátricas e/ou psicológicas) – que entendem e definem a tristeza profunda, angústia e/ou depressão como doença –, entraremos nas perspectivas epistemológicas de outras três correntes, que trazem outras interpretações, a saber:
1-As antropológicas neoevolucionistas (isto é, aquelas que procuram atrelar a ideia de angústia, tristeza profunda e/ou depressão, não como doença, mas como um processo de caráter evolutivo, isto é, de novas exigências sociais de adaptabilidade humana). Nesse sentido, partindo-se das proposições de Charles Darwin, veremos como é que pesquisadores da chamada corrente neoevolucionistas procuram compreendê-la como uma espécie de “mal necessário”, ou seja, como se ela, a chamada angústia, depressão e/ou tristeza profunda, além de não ser exatamente uma doença, tivesse também um chamado “lado bom.”
2-As de fundamentação teológica, ou seja, aquelas que associam a angústia, depressão e/ou a tristeza profunda às causas dos chamados men da alma e/ou do espírito, sendo a mesma, por eles, entendida também como sendo o resultado do afastamento do homem de Deus, fruto do pecado e/ou da impossibilidade (não se tendo fé) de se querer compreender, pela razão, aquilo que só seria possível de ser entendido por meio da fé.
3-As filosófico-existencialistas, isto é, aquelas que associam a angústia, depressão e/ou a tristeza profunda às consequências específicas de uma suposta “existência inautêntica” e/ou então de uma suposta “condição humana desumana”, entendidas, pelos chamados filósofos da corrente existencialista, como uma espécie de náusea, desespero e/ou então de angústia social profundas, sintetizadas pela ideia da “perda do sentido da existência”.
III
Esperamos que, essa obra, de alguma forma, possa contribuir à formação de uma geração não somente mais saudável do ponto de vista físico e/ou psychological (orgânico), mas também espiritual, já que, em filosofia, ideia significa o mesmo que espírito.

Show description

Read Online or Download A INDÚSTRIA DA FELICIDADE: A TRISTEZA SISTEMATIZADA COMO DOENÇA & A APOLOGIA DO VÍCIO EM ANTIDEPRESSIVOS (Portuguese Edition) PDF

Similar consciousness & thought books

Download e-book for iPad: Medical Benefit and the Human Lottery: An Egalitarian by Duff R. Waring

Bioethicists, ethical philosophers and social coverage analysts have lengthy debated approximately how we should always come to a decision who will probably be stored with scarce, lifesaving assets whilst now not all may be kept. it is usually claimed that it's fairer to save lots of more youthful people and that age is an ethically correct attention in such tragic judgements.

Download e-book for kindle: Philosophers of Consciousness: Polanyi, Lonergan, Voegelin, by Eugene Webb

Philosophers of recognition is either an expository research of the idea of the six figures it specializes in and an unique exploration of the subjects they tackle. additionally, as Eugene Webb states, "it doesn't hesitate to probe the extra tricky components of the idea of every philosopher and to signify what to a couple in their advocates will most likely look fairly daring and arguable interpreations in their principles.

Download PDF by Dr. Geoffrey Dierckxsens,Rudmer Bijlsma,Michael Begun,Thomas: The Animal Inside: Essays at the Intersection of

A lot has been written approximately animals in utilized ethics, environmental ethics, and animal rights. This e-book takes a brand new flip, providing an exam of the 'animal query' from a extra primary, philosophical-anthropological point of view. The individuals during this vital quantity concentrate on how the animal has seemed and will be utilized in philosophical argumentation as a metaphor or reference aspect that is helping us comprehend what's distinctively human and what's now not.

Get Personal Autonomy in Society PDF

Everyone is socially positioned amid complicated relatives with people and are certain through interpersonal frameworks having major impression upon their lives. those proof have implications for his or her autonomy. difficult a number of the at present authorised conceptions of autonomy and of the way autonomy is valued, Oshana develops a 'social-relational' account of autonomy, or self-governance, as a of individuals that's principally constituted by way of a person’s family members with other folks and by means of the absence of yes social family.

Additional info for A INDÚSTRIA DA FELICIDADE: A TRISTEZA SISTEMATIZADA COMO DOENÇA & A APOLOGIA DO VÍCIO EM ANTIDEPRESSIVOS (Portuguese Edition)

Sample text

Download PDF sample

A INDÚSTRIA DA FELICIDADE: A TRISTEZA SISTEMATIZADA COMO DOENÇA & A APOLOGIA DO VÍCIO EM ANTIDEPRESSIVOS (Portuguese Edition) by CLEBERSON EDUARDO DA COSTA


by Daniel
4.3

Rated 4.49 of 5 – based on 24 votes